terça-feira, 29 de junho de 2010

CONFIRA IMAGENS OBRA INACABADA RODOSHOPING PORANGATU E BOLETIM

Clique em cada imagem para ampliar




Observe que na placa de inauguração não consta o nome da Deputada Vanuza Valadares(PSC). Porquê será?
BOLETIM INFORMATIVO CIRCULANDO PELA CIDADE.
Clique na imagem para visualizar melhor
CONFIRA O TEXTO DO BOLETIM NA INTEGRA:
Um grande sonho da população de Porangatu está se realizando. Nesta semana será inaugurado o Rodoshopping, uma obra há muitos anos esperada por toda a cidade. Um moderno complexo, unindo Rodoviária e Shopping Center, com lojas, praça de alimentação, postos bancários, etc., proporcionando comodidade e conforto para os moradores e turistas, além da geração de vários empregos diretos e indiretos, colocando Porangatu em um lugar de destaque no polo turístico da região Centro-Oeste.

Atendendo reivindicação do Prefeito José Osvaldo (PSDB) e do Deputado Estadual Júlio da Retífica (PSDB), o Deputado Federal Jovair Arantes, do PTB, não mediu esforços para conseguir mais de três milhões de reais para a realização deste grandioso projeto.
AGUARDEM!!!
Em breve Porangatu terá também a reurbanização e reforma da lagoa, que, quando estiver pronta, será um dos maiores points de diversão do Estado de Goiás. O deputadoJovair Arantes já conseguiu os recursos necessários para mais esta obra.
O Deputado Federal Jovair Arantes, do PTB, trabalha incansavelmente para fazer de Porangatu uma cidade moderna, progressista e com excelente qualidade de vida para todos os seus habitantes.

segunda-feira, 15 de março de 2010

PROJETO OBRIGA POLÍTICOS A MATRICULAREM SEUS FILHOS EM ESCOLAS PÚBLICAS.


Uma idéia muito boa do Senador Cristovam Buarque. Ele apresentou um projeto de lei propondo que todo político eleito (vereador, prefeito, Deputado, etc.) seja obrigado a colocar os filhos na escola pública.

As conseqüências seriam as melhores possíveis.Quando os políticos se virem obrigados a colocar seus filhos na escola pública, a qualidade do ensino no país irá melhorar. E todos sabem das implicações decorrentes do ensino público que temos no Brasil.


SE VOCÊ CONCORDA COM A IDÉIA DO SENADOR, DIVULGUE ESSA MENSAGEM. Ela pode, realmente, mudar a realidade do nosso país. O projeto PASSARÁ, SE HOUVER A PRESSÃO DA OPINIÃO PÚBLICA.http://www.senado.%20gov.br/sf/%20atividade/%20Materia/detalhes%20.asp?p_cod_


PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 480, DE 2007 Determina a obrigatoriedade de os agentes públicos eleitos matricularem seus filhos e demais dependentes em escolas públicas até 2014.
PARABÉNS PARA O SENADOR CRISTOVAM BUARQUE.BOA SORTE JUNTO A SEUS PARES. IDÉIA SENSACIONAL!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Senhor, tende piedade de nós




Senhor, tende piedade de nós

Pelo Marcos Valério e o Banco Rural
Pela casa de praia do Sérgio Cabral
Pelo dia em que Lula usará o plural
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo nosso Delúbio e Valdomiro Diniz
Pelo "nunca antes nesse país"
Pelo povo brasileiro que acabou pedindo bis
Senhor, tende piedade de nós!

Pela Cicarelli na praia namorando sem vergonha
Pela Dilma Rousseff sempre tão risonha
Pelo Gabeira que jurou que não fuma mais maconha
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo casal Garotinho e sua cria
Pelos pijamas de seda do "nosso guia"
Pela desculpa de que "o presidente não sabia"
Senhor, tende piedade de nós!
Pela jogada milionária do Lulinha com a Telemar
Pelo espírito pacato e conciliador do Itamar
Pelo dia em que finalmente Dona Marisa vai falar
Senhor, tende piedade de nós!
Pela "queima do arquivo" Celso Daniel
Pela compra do dossiê no quarto de hotel
Pelos "hermanos compañeros" Evo, Chaves e Fidel
Senhor, tende piedade de nós!
Pelas opiniões do prefeito César Maia
Pela turma de Ribeirão que caía na gandaia
Pela primeira dama catando conchinha na praia
Senhor, tende piedade de nós!
Pelo escândalo na compra de ambulâncias da Planam
Pelos aplausos "roubados" do Kofi Annan
Pelo lindo amor do "sapo barbudo" por sua "rã"
Senhor, tende piedade de nós!
Pela greve de fome que engordou o Garotinho
Pela Denise Frossard de colar e terninho
Pelas aulas de subtração do professor Luizinho
Senhor, tende piedade de nós!
Pela volta triunfal do "caçador de marajás"
Pelo Duda Mendonça e os paraísos fiscais
Pelo Galvão Bueno que ninguém agüenta mais
Senhor, tende piedade de nós!
Pela eterna farra dos nossos banqueiros
Pela quebra do sigilo do pobre caseiro
Pelo Jader Barbalho que virou "conselheiro"
Senhor, tende piedade de nós!
Pela máfia dos "vampiros" e "sanguessugas"
Pelas malas de dinheiro do Suassuna
Pelo Lula na praia com sua sunga
Senhor, tende piedade de nós!
Pelos "meninos aloprados" envolvidos na lambança
Pelo plenário do Congresso que virou pista de dança
Pelo compadre Okamotto que empresta sem cobrança
Senhor, tende piedade de nós!
Pela família Maluf e suas contas secretas
Pelo dólar na cueca e pela máfia da Loteca
Pela mãe do presidente que nasceu analfabeta
Senhor, tende piedade de nós!
Pela eterna desculpa da "herança maldita"
Pelo "chefe" abusar da birita
Pelo novo penteado da companheira Benedita
Senhor, tende piedade de nós!
Pela refinaria brasileira que hoje é boliviana
Pelo "compañero" Evo Morales que nos deu uma banana
Pela mulher do presidente que virou italiana
Senhor, tende piedade de nós!
Pelo MST e pela volta da Sudene
Pelo filho do prefeito e pelo neto do ACM
Pelo político brasileiro que coloca a mão na "m"
Senhor, tende piedade de nós!
Pelo Ali Babá e sua quadrilha
Pelo Gushiken e sua cartilha
Pelo Zé Sarney e sua filha
Senhor, tende piedade de nós!
Pelas balas perdidas na Linha Amarela
Pela conta bancária do bispo Crivella
Pela cafetina de Brasília e sua clientela
Senhor, tende piedade de nós!
Pelo crescimento do PIB igual do Haití
Pelo Doutor Enéas e pela senhorita Suely
Pela décima plástica da Marta Suplicy
Senhor, tende piedade de nós!
Para que possamos ter muita paciência
Para que o povo perca a inocência
E proteste contra essa indecência
Senhor, dai-nos a paz!
(Autor desconhecido)

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

A PRÓXIMA GUERRA

(Segue abaixo o relato de Mara Silvia Alexandre Costa, que passou recentemente em um concurso público federal e foi trabalhar em Roraima. Trata-se de um Brasil que a gente não conhece)

As duas semanas em Manaus foram interessantes para conhecer um Brasil um pouco diferente, mas chegando em Boa Vista (RR) não pude resistir a fazer um relato das coisas que tenho visto e escutado por aqui. Conversei com algumas pessoas nesses três dias, desde engenheiros até pessoas com um mínimo de instrução. Para começar o mais difícil de encontrar por aqui é roraimense, pra falar a verdade, acho que a proporção é de um roraimense para cada 10 pessoas é bem razoável, tem gaúcho, carioca, cearense, amazonense, piauiense, maranhense e por aí vai.
Portanto falta uma identidade com a terra. Aqui não existem muitos meios de sobrevivência, ou a pessoa é funcionária pública, e aqui quase todo mundo é, pois em Boa Vista se concentram todos os órgãos federais e estaduais de Roraima, além da prefeitura é claro. Se não for funcionário público a pessoa trabalha no comércio local ou recebe ajuda de Programas do governo. Não existe indústria de qualquer tipo. Pouco mais de 70% do Território roraimense é demarcado como reserva indígena, portanto restam apenas 30%, descontando-se os rios e as terras improdutivas que são muitas, para se cultivar a terra ou para a localização das próprias cidades.

Na única rodovia que existe em direção ao Brasil que liga Boa Vista a Manaus, (cerca de 800 km ) existe um trecho de aproximadamente 200 km da reserva indígena Waimiri Atroari por onde você só passa entre 6:00 da manhã e 6:00 da tarde, nas outras 12 horas a rodovia é fechada pelos índios (com autorização da FUNAI e dos americanos) para que os mesmos não sejam incomodados.

Detalhe: Você não passa se for brasileiro, o acesso é livre aos americanos, europeus e japoneses. Desses 70% de território indígena, diria que em 90% dele ninguém entra sem uma grande burocracia e autorização da FUNAI.

Detalhe II: Americanos entram na hora que quiserem, se você não tem uma autorização da FUNAI mas tem dos americanos então você pode entrar... A maioria dos índios fala a língua nativa além do inglês ou francês, mas a maioria não sabe falar português. Dizem que é comum na entrada de algumas reservas encontrarem-se hasteadas bandeiras americanas ou inglesas.

É comum se encontrar por aqui americano tipo nerds com cara de quem não quer nada, que veio caçar borboleta e joaninha e catalogá-las, mas no final das contas pasme, se você quiser montar um empresa para expo rtar plantas e frutas típicas como cupuaçu, açaí camu-camu etc, medicinais, ou componentes naturais para fabricação de remédios, pode

se preparar para pagar 'royalties' para empresas japonesas e americanas que já patentearam a maioria dos produtos típicos da Amazônia.

Por três vezes repeti a seguinte frase após ouvir tais relatos: É os americanos vão acabar tomando a Amazônia - e em todas elas ouvi a mesma resposta em palavras diferentes.. Vou reproduzir a resposta de uma senhora simples que vendia suco e água na rodovia próximo de Mucajaí: Irão, não, minha filha, tu não sabe, mas tudo aqui já é deles, eles comandam tudo, você não entra em lugar nenhum porque eles não deixam. Quando acabar essa guerra aí eles virão pra cá, e vão fazer o que fizeram no Iraque quando determinaram uma faixa para os curdos onde iraquiano não entra, aqui vai ser a mesma coisa. A dona é bem informada não? O pior é que segundo a ONU o conceito de nação é um conceito de soberania e as áreas demarcadas têm o nome de nação indígena. O que pode levar os americanos a alegarem que estarão libertando os povos indígenas.

Fiquei sabendo que os americanos já estão construindo uma grande base militar na Colômbia, bem próximo da fronteira com o Brasil numa parceria com o governo colombiano com o pseudo objetivos de combater o narcotráfico.Por falar em narcotráfico, aqui é rota de distribuição, pois essa mãe chamada Brasil mantém suas fronteiras abertas e aqui tem Estrada para as Guianas e Venezuela. Nenhuma bagagem de estrangeiro é fiscalizada,principalmente se for americano, europeu ou japonês, (isso pode causar um incidente diplomático). Dizem que tem muito colombiano traficante virando venezuelano , pois na Venezuela é muito fácil comprar a cidadania venezuelana por cerca de 200 dólares. Pergunto inocentemente às pessoas; 'Porque os americanos querem tanto proteger os índios?'

A resposta é absolutamente a mesma; porque as terras indígenas além das riquezas animais e vegetais, da abundância de água são extremamente ricas em ouro (encontram-se pepitas que chegam a ser pesadas em quilos), diamante, pedras preciosas, minério e nas reservas norte de Roraima e Amazonas, ricas em PETRÓLEO. Parece que as pessoas contam essas coisas como que num grito de Socorro a alguém que é do sul, como se eu pudesse dizer isso ao presidente ou a alguma autoridade do sul que vá fazer alguma coisa. É pessoal, saio daqui com a quase certeza de que em breve o Brasil irá diminuir de tamanho.. Um grande abraço a todos. Será que podemos fazer alguma coisa? Acho que sim. Repasse esse e-mail para que um maior número de brasileiros fique sabendo desses absurdos.

Mara Silvia Alexandre Costa, Depto de Biologia Cel. Mol. Bioag. Patog. FMRP - USP

Opinião pessoal: Gostaria que você, especialmente que recebeu este e-mail, o repasse para o maior número possível de pessoas. Do meu ponto de vista seria interessante que o país inteiro ficasse sabendo desta situação através dos telejornais antes que isso venha a acontecer.

Afinal foi um momento de fraqueza dos Estados Unidos que os europeus lançaram o Euro, assim poderá se aproveitar esta situação de fraqueza norte-americana (perdas na guerra do Iraque) para revelar isto ao mundo a fim de antecipar a próxima guerra.

Conto com sua participação, no envio deste e-mail..
Celso Luiz Borges de Oliveira, Doutorando em Água e Solo FEAGRI/UNICAMP

Tel: (19) 3233-1840 Celular: (19) 9136-6472

domingo, 10 de janeiro de 2010

PORANGATU CONTRA A DENGUE

A Câmara de vereadores foi parceira de um grande mutirão que aconteceu, sábado(9), na cidade de Porangatu. Participaram ainda, representantes do governo municipal, saúde pública, defesa civil, corpo de bombeiros, sociedade organizada e voluntários.
O arrastão, contra dengue, vistoriou casas e especialmente terrenos baldios, para localizar e destruir possíveis criatórios do mosquito aedes aegÿpti, transmissor do vírus da dengue.
Para levar à frente esse mutirão, a cidade foi dividida em 04 equipes, todos sob estrito regime de coordenação compartilhada, que foram visitados por voluntários devidamente identificados, em busca de receptáculos em que o mosquito possa depositar seus ovos. “Nosso alvo é a conscientização, para quem o próprio cidadão pode e deve dar a sua colaboração, neste momento”. Explica o Presidente da Câmara de Vereadores, Genilto Carlos(PSB).
O Vereador Pedro Almeida(PSC),lembrou que “cada um pode estar salvando uma vida, ao contribuir para impedir o avanço da dengue em Porangatu, todo mundo agindo junto para combater a dengue,lembrando que a dengue é perigosa e pode matar”.
Também, atuo em uma das frentes de apoio deste mutirão o vereador Silvestre Leal (PMDB).

TEATRO NA CAMPANHA CONTRA O MOSQUITO

A cultura é um dos instrumento utilizado para vencer a luta contra o mosquito da dengue. Através de apresentação teatral, os agentes de Saúde, Marcio Arruda e Alirio Rocha, em trabalho voluntário, estão apresentando, a peça, “Romão o Surjam”. As apresentações estão sendo realizadas em escolas, universidade, igrejas e nos bairros de Porangatu.
Sexta-feira(8), os atores, apresentaram a peça no rua Cobiniano Rodrigues Teles(conhecida Mauá), Setor São Francisco. O Presidente da Câmara Municipal, Genilto Carlos(PSB),acompanhado dos vereadores,Pedro Almeida(PSC),Silvestre Leal(PMDB) e assessora do Vereador Tunico da Ambulância(PSB), Adriene Gomide.
Essa iniciativa é apoiada pela Câmara de vereadores, que entende ações culturais e educativas para conscientizar a população sobre os riscos da doença e a necessidade de combate ao Aedes aegypti.
“A ideia é usar a arte para levar a mensagem sobre as formas de combater o vetor e de conter a dengue, mas também queremos criar na população a cultura de adotar, não só no verão, mas durante todo o ano, certas providências para proteger suas casas e a comunidade” lembra, o vereador Silvestre(PMDB).