domingo, 26 de abril de 2009

CARRO OFICIAL EM OUTRO ESTADO POOOOODE?

Este blog recebeu a informação, que o Presidente da Câmara, Odair Amorim e o Vereador Biônico,Weldes Pereira, ambos(PSC), estiveram, na ultima sexta-feira(24), na cidade de Gurupi, no Estado do Tocantins.
Os senhores tem todo direito de ir e vim,onde quiserem, mas o que chamou a atenção, é ir no carro oficial da Câmara, Merivan de cor branca, sem o motorista da casa.
PERGUNTAR NÃO É PECADO:
Sair do Estado em carro oficial pode?
Vindo do Presidente Odair Amorim, não duvido nada, segundo informações,quem está assinando os cheques com o Presidente, para os fornecedores, é o VEREADOR BIÔNICO, Weldes Pereira.
Se for verdade, é mais um drible, do Presidente Odair, nos secretários da mesa diretora,Genilto Pinto(PSB) e Silvestre Leal(PMDB).
Como os demais vereadores fingem não ver nada e aprovam tudo vindo da presidência, devem os edis está sob efeito de alguma oração de repouso.
Não duvido se algum dia o vereador Biônico Weldes, presidi uma sessão oridinária. Pois por determinação do Presidente Odair, o mesmo,virou uma especie de todo poderoso,manda demitir,manda contratar, e o que é pior acusando funcionários de estar passando informações para fora. Com isso o Vereador Biônico, Weldes, utiliza o terrorismo psicológico para fazer valer toda sua arogancia e prepotência. Como neste blog e nem no autor ele manda, vamos ficar de olho nas suas ações dentro do Poder Legislativo.
As Forças Armadas durante o regime militar no Brasil(décadas de 1960, 1970 e 1980). Introduziram os senadores biônicos, "fabricados", por eleição indireta de um colégio eleitoral.
Do jeito que esta acontecendo, o Presidente Odair Amorim,vai empossa, o Vereador Biônico, Weldes Pereira, e os demais edis, vão assina a ata de posse.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

“O MUNDO É PERIGOSO NÃO POR CAUSA DAQUELES QUE FAZEM O MAL, MAS POR CAUSA DAQUELES QUE VÊEM E DEIXAM O MAL SER FEITO”.Albert Einstein

O que estamos fazendo aqui?
Será que eu posso fazer diferença no mundo ao meu redor?
Pode uma pessoa realmente mudar alguma coisa?
Estas são as perguntas que eu me faço ao assistir tanta bandalheira organizada pelo crime dos colarinhos com imunidade.
Querem levar vantagens e debochar da minha cara de cidadão. Mal acaba a noticia de um escândalo e já temos outro bem pior.
Uma coisa eu tenho certeza, sozinho e no anonimato ninguém faz coisa alguma.Mas, posso contar com todos os meus amigos virtuais que por sua vez podem contar com os seus, e assim criar uma gigantesca corrente.
Corrente esta, que servira para esclarecer os fatos, e com o advento da internet nada fica em segredo. Se eu sei, todos ficaram sabendo.

segunda-feira, 20 de abril de 2009

BRASILIDADE MUSICAL

Outro dia assisti na tv, um baita especial do grupo Ira. O especial me levou a refletir como anda pobre essa geração.
A geração anos 90 e 2000 ate que tinha ouvido de bom gosto. Mas ainda fico com a geração dos anos 70 e 80, principalmente a que injetou na veia o rock nacional de bandas que mandavam recados aos políticos hipócritas da ditadura militar.
Naqueles anos de turbulência, muitos mostravam com criatividade seus ideais de luta, de forma heróica, nos deu a redemocratização. Os nossos jovens de hoje, estão morrendo de overdose, quando poderiam estar denunciando todo mar de lama que existe de Brasília ao interior do Brasil.
Me lembro que ao assistir o especial, não resisti e abri o volume do som conectado a TV, quando começou o especial com o IRA, os velhos e bons tempos do rock nacional. Fiquei imaginando como esses caras são exemplos para muita coisa, estão juntos há 25 anos e com um som acústico maneiro.
Fiquei a questionar muitas coisas, principalmente as emissoras de radio, que ficam colocando no ar , essas musicas sem melodia alguma, e com isso, não forma o senso critico das pessoas.
Jamais trocaria um som maneiro de IRA, KID ABELHA, PARALAMAS, CAPITAL INICIAL, ENGENHEIROS DO HAWAII, por ZEZÉ E LUCIANO, LEONARDO, BRUNO E MARRONE e outros aliados dos homens de terno e gravata de Brasília (Congresso Nacional).
Provavelmente você nesse momento da leitura esta dizendo, (gosto é gosto, cada qual tem o seu), respeito sua liberdade de escolha. Toda essa musicalidade que hoje toca no rádio, fica parecendo que neste país só se tem um ritimo musical.
No Brasil tem pessoas originais que gostam de ouvir e apreciar musica original.Tenho 20anos de rádio, (apesar de estar ausente do rádio a 5 anos), e nesses últimos meses me dediquei fielmente a ouvir diversas emissoras de radio, fiquei decepcionado com nível de programação musical, e além do mais os locutores, que deveriam ser comunicadores parecem robô (hora certa e musica)
foram pouquíssimas emissoras que ouvi apresentando especiais com bandas e cantores, falando como surgiram, ou seja, contando suas historias.
O quadro na GARAGEM DO FAUSTÃO, vem mostrando a diversidade musical, sendo espaço democratico na TV. Nossa brasilidade não é somente musica sertaneja.
Espero que as emissoras de rádio acordem, o radio é diversão e entretenimento, precisa diversificar a programação, pelos menos, eu não tenho ouvido para ficar ouvindo depois das 9h dupla sertaneja interpretando melancolia.
CARACAS, não é só de rock nacional que vivemos,temos pagode, samba dos bons, MPB de primeira, Funk e Hippe Hope que falam das mazelas de Brasília, Forró com a cultura nordestina, Tecnodance que invadiram as pistas e os ritmos baianos que dão o tom na maior festa do planeta"carnaval". Então porque tanto sertanejo gritando nas programações de rádio.
Alias, atualmente ate o radiojornalismo sumiu das programações e com isso a sociedade fica orfão do que acontece nos bairros e acima de tudo nas administrações publicas.
O radio é serviço e não pode jamais deixar o ouvinte orfão dos acontecimentos e fatos de uma comunidade.
Para piora, hoje em dia a pessoa fala uma vez no microfone já sai dizendo que é locutor, é lamentável a banalização da profissão do radialista.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

COMUNICADO

Não iremos postar comentário anônimo mais. Muito obrigado pela compreensão. INDENTIFIQUE-SE POR FAVOR. O e-mail do autor é: marcelotoler@gmail.com

quinta-feira, 9 de abril de 2009

FARRA DOS CARTÕES NA CÂMARA

De repente fui informado sobre a farra dos cartões, que chegou a câmara de vereadores de Porangatu.

A onda de escândalos com os tais cartões se transformou em uma febre amarela em expansão no País.
A diferença é que a febre amarela estava estancada há vários anos, enquanto que os aproveitadores, oportunistas e politiqueiros estão na ativa de maneira que provoca vergonha para os políticos sérios.

Vários veículos de comunicação no Brasil, começaram a investigar a fundo os gastos com o dinheiro público.

Agora o presidente Odair Amorim.(PSC), segundo informação, acaba de firma convênio com a Brasil Card, com aprovação da mesa diretora gestão 2009, vice: Tunico da Ambulância(PSB),primeiro secretario Genilto Pinto(PSB) e o segundo secretário, Silvestre Leal(PMDB).

O Presidente da câmara de vereadores de Porangatu, presenteou servidores da casa com um Cartão Brasil Card,no valor de R$ 200,00(duzentos reais),para cada um dos contemplados. Seria mais interessante agradar servidor publico com salário justo, não ficar fazendo farra com dinheiro publico.

O conceito para cartão corporativo deve se aproximar ao cartão da casa da sogra. Perdoem-me as sogras! E é por isso que digo: quero me sentir pobre um dia, porque todo dia está osso de aguentar!

Seria muito bom o ministério publico saber das farras dos vereadores com o dinheiro do povo, enquanto algumas câmaras do norte de Goiás, estão devolvendo dinheiro para as bem feitorias do município, os vereadores de Porangatu assinam convénio de cartão, e sabe la o valor deste contrato,as duvidas estão no ar.
Onde estão os demais vereadores da casa que não questionam nada das atitudes dos colegas de parlamento, alias os senhores, foram eleitos para fiscalizar e legislar.
Se o que estou escrevendo no blog, não procede, me envia uma nota oficial e terei o maior prazer em divulgar. A comunidade porangatuense merece uma resposta clara sobre os cartões Brasil Card.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

TEM ESPETÁCULO? TEM SIM SENHOR.

O espetáculo da morte e ressurreição de Cristo este ano contará com uma arquibancada para o publico que for assistir. A estimativa dos organizadores é de 10 mil pessoas. A peça será apresentada por artistas da cidade.
Agora seria interresante os organizadores observarem a questão da central de som, a tenda esta na frente da arquibancada e com isso atrapalha a visão das pessoas.

Estive pessoalmente fazendo as imagens fotográficas do local do evento. Verifiquei este detalhe, que é fácil de resolver.

Agora é esperar que a coordenação seja sensível e mude para o lado esquerdo, onde tem um corredor de acesso a pista, a tenda da central de som estaria bem localizado. Sucesso aos artistas, diretores, os envolvidos direta ou indiretamente neste belíssimo espetáculo realizado no interior de Goiás, cidade das belas paissagens, PORANGATU.