segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

NOTA MARCELO TOLER

Aos meus amigos e amigas,

Pela permissão que você me concede, tenho a obrigação de sempre lhe falar a verdade, nada mais que a verdade.

De forma antiética, a mesa diretora da câmara gestão 2009: reuniram-se e anexaram no mural da Câmara no dia 02 de janeiro de 2009, o decreto de EXONERAÇÃO dos servidores não concursados, como a casa estava em recesso e não satisfeitos soltaram a notícia por toda cidade, sem nos comunicar, oficialmente. Na segunda feira, dia 05de janeiro de 2009, é que nos avisaram da decisão já tomada.

Como é de conhecimento de todos porangatuenses, o hoje presidente da Câmara, já dizia que se fosse o presidente o primeiro ato da gestão, seria a DEMISSAO do ASSESSOR DE COMUNICAÇÃO, agora que realizou seu desejo, o ódio e o rancor passaram a imperar em seu coração, por não conseguir aliados favoráveis a tal atitude, resolveu dizer por toda cidade que o Marcelo destruiu todo sistema de Internet da Câmara, fato não verídico, pois, somente a Brasil Telecom tem acesso ao IP dedicado, nem eu mesmo tenho acesso.

Em relação aos programas de informática deixei funcionando e todos os CDs estão lá, antes de sair entreguei-os à Secretária Geral da casa, na sala da assessoria de comunicação.

As configurações desenvolvidas por mim, obra de pesquisas pessoais, pois, nunca tive remuneração por estas ações, não é justo que eu deixe todas as noites e fins de semanas de estudos de graça. Ganhava apenas o salário de assessor de comunicação.

Cabe ao meu sucessor a dar continuidade ao sistema, ou então, contratar alguém que possa desenvolvê-lo.

É triste ver uma pessoa como o Senhor Odair, líder religioso, pregador da palavra de Deus, com tanto rancor e ódio no coração, como dizia o saudoso PAPA JOÃO PAULO II: “O fanatismo religioso é um perigo para a sociedade moderna”. Não quero nem posso acreditar que o agora presidente da Câmara, seja um fanático religioso, pois, segundo o ditado popular as palavras convencem, mas, quem arrasta multidões é o TESTEMUNHO.

De minha parte saio sem nenhuma mágoa, e, francamente, agradecendo à Câmara Municipal de Vereadores de Porangatu por ter me dado oportunidades de apresentar meu trabalho de forma digna e respeitando a todos de forma igualitária, sem nenhuma distinção.

Continuo sendo Radialista, e, agora historiador, diplomado pela UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS, no qual defendi minha Monografia justamente, a história do Rádio em Porangatu.

Aos amigos e amigas, digo que o mundo político é assim mesmo, o desejo pelo poder de algumas pessoas trazem desejos em massacrar as pessoas sem ao menos respeitá-las.

Muito obrigado por tudo.

3 comentários:

Deolinda disse...

Marcelo, parabéns pelo blog e penso que deve aproveitar o talento e o conhecimento que possui para falar por Porangatu.
Infelizmente na administração pública e Camara de Vereadores de Porangatu não é isenta disso, estudo, conhecimento, formação e talento são letras mortas, a única qualidade que interesa é o discurso facil e as promessas que não serão levadas a termo.
Parabéns!

Anônimo disse...

Parabénsss, Marcelo Vc sabe que eu te admiri não é de hoje,pela sua inteligência e competência profissional e pelo homem que vc é.
Mesmo estando longe continuo acompanhado seu trabalho,parabénsss!

Márcia Caponi disse...

Marcelo, as portas se abrirão para novas oportunidades, não é só porque vc é competente, mas acima de tudo pq você tem carater e personalidade. Te admiro muito, e continue a trilhar o caminho que o seu coração manda e não o que os outros querem que vc faça. um abraço carinhoso. Márcia Caponi